Por todos os sonhos que não realizamos.

Em 3 de fevereiro de 2013
How by Regina Spektor on Grooveshark
Oh baby
How can I begin again?
How can I try to love someone new?
Someone who isn’t you

O relógio marcava 20:45 quando eu pensei em conversar com você, meus pensamentos só focavam em uma coisa "clica naquela janelinha e fala um oi". Depois de muito pensar se seria o certo ou errado a fazer, acabei deixando pra lá. Talvez me arrependesse depois, mas no minuto seguinte você não estava mais ali, e foi ai que me senti corajosa novamente. Veja só, quanta coragem para uma menina apaixonada. Abri o bloco de notas e comecei a escrever tudo aquilo que eu queria lhe dizer quando você estava presente, termino o pequeno texto e volto a pensar se seria o certo ou errado a fazer. Talvez este seja um dos meus maiores defeitos, pensar demais e acabar desistindo no final, mas desta vez eu mandei o que havia escrito e eu disse em curtas frases o quanto eu ainda amava você. No dia seguinte você não se pronunciou e eu fiquei pensando que talvez não deveria ter feito aquilo, fiquei pensando na sua reação ao ler aquelas palavras e no quanto você poderia me achar tola por ter feito isso.

Fingi que nada aconteceu e convidei a coragem para que ela me ajudasse a falar contigo, ela disse que estaria ao meu lado e que era para ir em frente. Eu acreditei nela e fui. Conversamos por alguns minutos ou talvez horas, eu não sei mais, quando estou contigo eu perco a noção do tempo, mesmo que este contato não seja físico. Você sempre me tratando tão bem em nossas poucas conversas, mas havia uma coisa diferente agora, você me chamou de um tipo de gíria que jamais usamos, e naquele momento eu fiquei pensando no que poderia significar. Fui ao encontro de outras palavras, de um ombro amigo que poderia desvendar o que possivelmente estaria acontecendo e este ombro amigo me disse com todas as palavras que nós não passaríamos de amigos. Isso era tudo.

Eu não queria acreditar nele, mas eu sabia disso. Eu sabia que deveria ter desistido que não deveria ter continuado, mas não consegui. Não consigo. É aquela velha história "é mais forte do que eu" este sentimento é mais forte do que eu. Retruquei para o ombro amigo que eu ainda o amava, e ele me respondeu com aquela típica frase "você tem noção do que acabou de falar?". Eu disse que sim, eu sabia exatamente o que estava falando, eu sabia e sei que ainda o amo e sei por que eu aprendi a não falar "eu te amo" em vão. Eu te amo por tudo o que não fomos e por tudo o que poderíamos ser. Eu te amo por todas as risadas e por todos os ciuminhos bobos. Eu te amo por todos os sonhos que compartilhamos e por todos que não realizamos. Eu te amo por todas as frases ditas e por todas aquelas que foram esquecidas. Eu te amo por todas as declarações e lágrimas de uma madrugada qualquer. Eu te amo por simplesmente amar, por me entregar e sonhar demais. Eu te amo pelo simples fato de ser você, e de querer ser tudo para você, de ser tudo ao seu lado. Desculpa pequeno, desculpa se ainda te amo.


Mais um texto escrito por mim. Espero que tenham gostado do post de hoje, e obrigada por gostarem destas palavras soltas que posto por aqui. 

Beijinhos!

12 vagalumes cegos:

  1. Amei o texto, essa música caiu perfeitamente para ele. Acho que você foi mais do que certa em se declarar!

    ResponderExcluir
  2. Acho que nenhum texto (e música) passariam de um jeito tão perfeito o que eu to sentindo agora. A única diferença é que eu me acovardei e não disse que o amava. Talvez esse tenha sido o maior erro que cometi :/ Mas, de que adianta chorar pelo leite derramado?

    Beijão, http://dinha-vieira.blogspot.com./

    ResponderExcluir
  3. M,as que belezinha o texto. Poxa, eu já passei pela mesma coisa, saber que ja não existia mais nada e continuar tentando, ejá fiz textos pra ele e já publiquei no blog :/ Mas fazer o que né, existem ainda muitos peixes no mar.
    bjs
    naquelemomentoeujuro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. ameeeeei,tudo que eu queria falar,esta nesse texto. Mas com um final diferente."Me amo mais quee prefiro 'deixar' de te amar."

    ResponderExcluir
  5. Belo texto parabéns!

    http://justonemomentt.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Simplesmente lindo Giovanna!!!
    Bjks
    Erika
    www.cariocabasica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. AMEI seu blog, voltarei sempre por aqui!
    Beijos, sucesso!
    https://pandainvertido.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Passando pra conhecer....E AMEI!!!!
    Bj bonita

    ResponderExcluir
  9. Lindo texto! Me deu até uma ideia: que tal me enviar um de seus textos que você mais gosta ou quer divulga-lo, assim publicarei no meu blog. Seus textos são uma graça e me inspiram muito =)


    Beijos!
    http://borboletasnacabeca.jkg.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, envio sim corazón. Mas não consegui entrar em contato com você. Como eu faço? (:

      Excluir

- Comente o que você achou do post, sua opinião é sempre bem-vinda.

- Seu comentário nos meus posts são respondidos na minha página. (:

- Vistou e deixou sua opinião sobre o post? Pode deixar que eu vou lá conhecer o seu cantinho.

- Volte sempre, adoro saber o que você pensa!

 
Meios dias gastos. Online desde 2012. Totalmente desenvolvido por Michelly Melo